Este blogue é dedicado ao povo português ao MFA e muito especialmente ao único primeiro ministro de Portugal que foi verdadeiramente amigo do povo:

- O GENERAL VASCO GONÇALVES.

Sábado, 5 de Abril de 2008

E Abril se foi...

25 de Abril:
Desenvolvimento social do país
aquém do preconizado pelo MFA

05 de Abril de 2008, 21:34

 
 

Peniche, Leiria, 05 ABR (Lusa)- Militares do Movimento das Forças Armadas (MFA) afirmaram hoje em Peniche, numa sessão no âmbito do 34º aniversário da Revolução dos Cravos, que está por cumprir o ideal de desenvolvimento social para o país defendido no 25 de Abril.

"Há ainda níveis de desigualdade social e pobreza que não estavam nos nossos objectivos para o futuro imediato de Portugal", disse à Lusa Otelo Saraiva de Carvalho, um dos Capitães de Abril, que tinham como ideais "democratizar, descolonizar e desenvolver" o país.

A posição foi também partilhada por Marques Júnior, outro dos Capitães de Abril e actual deputado do Partido Socialista na Assembleia da República.

"Trinta e quatro anos depois, ainda existem dois milhões de pessoas que vivem no limiar da pobreza, o que é uma profunda tristeza para um militar de Abril", reforçou.

Otelo Saraiva de Carvalho, responsável no MFA por ter desencadeado a operação militar que em 25 de Abril de 1974 derrubou o regime no país, frisou no entanto que "não se pode comparar o Portugal do passado ao Portugal do presente", depositando "esperança na juventude portuguesa" para dar continuidade aos ideais de Abril.

Além dos dois militares de Abril - Otelo Saraiva de Carvalho e Marques Júnior- participaram no colóquio "Da resistência à Ditadura, as conquistas de Abril", o fiscalista Saldanha Sanches (antigo preso pol��tico) e Kalidás Barreto (sindicalista e ex-dirigente da CGTP).

O colóquio foi promovido pela Juventude Socialista da Federação Distrital de Leiria para comemorar os 34 anos da Revolução de Abril, que se completam no próximo dia 25.

Na sessão, o secretário-geral da Juventude Socialista, Pedro Nuno Santos, defendeu que a juventude continua a pautar-se pelos ideais de Abril, alertando para o facto de que "o 25 de Abril não está ainda concluído", quando as "mulheres não atingem ainda a plena igualdade" com os homens no acesso à profissão, ou quando os homossexuais "não têm os mesmos direitos" que os heterossexuais na sociedade.

O dirigente alertou também para os níveis de pobreza e de desigualdade social que colocam Portugal "entre os últimos países da União Europeia".

FYC.

Lusa/Fim

 

Unidade POVO/MFA editou às 22:22
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Carapau a 21 de Abril de 2008 às 14:19
Camaradas e amigos,

O blog do Carapau inicia-se!

E assim mais um blog junta-se à galáxia dos Blogs. Esperemos que mais este grão de poeira venha a causar mais do que alguns espirros…

http://carapau.wordpress.com/


Comentar post

Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


pesquisar

 

mais sobre mim

Pesquisa Recente

LEMBRAR: Vasco Gonçalves

2011 - 36 anos da criação...

Lembrando tempos de Pode...

E Abril se foi...

O valor da verdade

Lembrando "Abril e Zeca A...

Hoje estamos em greve

21 de Julho de 2003

Grândola Vila Morena

Relembrando...

Historial

Maio 2012

Março 2011

Dezembro 2009

Abril 2008

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Campo de batalha


Poder Popular

A Voz do Proletário

Explorados e Oprimidos

Vítimas do terrorismo

O Revolucionário

Unidade POVO/MFA

Reforma Agrária

Bandiera Rossa

A Bandeira Vermelha

O Verdadeiro Socialismo

O anti-capitalista


blogs SAPO

subscrever feeds

tags

todas as tags